domingo, 25 de outubro de 2009

"Se Maomé não vai à Montanha... a Montanha vai a Maomé"


O sucesso que as Bibliotecas Itinerantes da Fundação Calouste Gulbenkian tiveram em Portugal, desde 1958 a 2002, relegou para um cantinho obscuro da memória que, em 1953, foi o escritor António José Branquinho da Fonseca, Conservador-Bibliotecário do Museu-Biblioteca do Conde Castro Guimarães, em Cascais, a ter a ideia de criar uma extensão móvel deste Museu-Biblioteca. Esta extensão consistia numa carrinha a circular pelas escolas e povoados, proporcionando um acesso da população, de outro modo impossível ou improvável, aos livros e à leitura, através de um serviço de empréstimo domiciliário. Foi o êxito desta iniciativa que levou a Fundação Calouste Gulbenkian a aceitar a sua sugestão, em 1958, para a expansão nacional de um serviço de bibliotecas itinerantes.

Actualmente, assistimos ao nascimento de outro projecto de itinerância cultural, original entre os museus portugueses: o Museu Nacional Carlos Machado criou um serviço móvel para levar o museu às escolas, visto que a distância e interioridade das ilhas dos Açores dificulta a ida das crianças ao museu. Assim nasceu o Museu Móvel do Museu Nacional Carlos Machado, carrinha que se desloca às escolas para aí montar exposições temporárias (de apenas um dia) e actividades, relacionadas com o museu e com o património cultural e natural de cada localidade visitada, organizando-se as oito pessoas que constituem a equipa, para a montagem da exposição, organização das visitas e actividades com grupos de alunos e posterior desmontagem da exposição. Para o sucesso desta iniciativa, contam ainda com Representantes do Museu em cada escola.
Vale a pena ler o artigo saído no Boletim N.º32 de Museus em Rede, pp.9-11 (Rede Portuguesa de Museus), visitar o site do Museu Nacional Carlos Machado e para quem quiser aprofundar a questão das Bibliotecas Itinerantes, convido à visita de Bibliotecas em Portugal (Suporte).
Fontes iconográficas:
Imagem do topo:
Neves, Rui, As Bibliotecas em movimento. As Bibliotecas móveis em Portugal [on line/em linha]. Acesso a 25/10/2009, 10h00 min.
Segunda Imagem:
Museu Nacional Carlos Machado, Açores, publicada no Boletim N.º32 de Museus em Rede.

Sem comentários: